Últimas Notícias
Home » Informações Gerais » VIVA O 29 DE JULHO, DIA DO HOTELEIRO!

VIVA O 29 DE JULHO, DIA DO HOTELEIRO!

VIVA O 29 DE JULHO, DIA DO HOTELEIRO!

O SINTSHOGASTRO deseja a todos os trabalhadores de bares, lanchonetes, restaurantes e similares da rede hoteleira do Piauí, parabéns pelo Dia do Hoteleiro, comemorado em 29 de Julho.

Lembrando que todo trabalho realizado no dia 29 de Julho deve ser pago como feriado, ou seja, com 100% de acréscimo, de acordo com a convenção coletiva da categoria.

 Dia-do-Hoteleiro-

Dia 29 de julho Dia de Santa Marta – Padroeira dos Garçons e Hoteleiros.

Santa Marta, irmã de Maria e Lázaro, vivia em Betânia e os três eram muito amigos de Jesus. Aqui passava Jesus horas de descanso, à beira de mãos que o serviam com carinho e ouvidos dóceis e acolhedores. No final do dia, quando terminavam as duras jornadas de Jerusalém, Betânia era para Jesus o lugar preferido de descanso.

santa-marta-portuguese

São três os episódios protagonizados nesse local, três admiráveis encontros com Jesus.

No primeiro, quando Jesus chegou a Betânia, Marta tudo fez para obsequiar um hóspede tão querido. Um pouco nervosa, delicada, solícita, ativa, Marta queixa-se a Jesus de que Maria, para O escutar melhor, a deixa sozinha com o serviço. Jesus responde-lhe: – para que não se preocupe, não se impaciente, porque o principal é a amizade, estar juntos. Jesus elogia a atitude de Maria. Santa Teresa afirma que é o “nada te perturbe, só Deus basta”, porém também diz que se Marta tivesse tomado a mesma atitude de Maria, quem teria servido o divino Hóspede?

O segundo episódio sucede quando da morte de Lázaro. As irmãs avisam Jesus que Lázaro, o seu amigo, está doente. Quando Jesus chega já Lázaro morrera. Marta logo saiu ao encontro de Jesus. Já não é apenas a mulher entendida em coisas de cozinha e serviço, pois mantém um diálogo com Jesus. Lázaro ressuscitará, diz-lhe Jesus. – Sim, já sei que ressuscitará no último dia, diz Marta. Então Jesus consola-a: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em Mim, ainda que morra, viverá”.

O último episódio foi seis dias antes da Páscoa. Simão, o Leproso, dava um banquete em honra de Jesus e estavam convidados os seus amigos. Marta servia, Lázaro estava à mesa, e Maria ungiu os pés de Jesus.

Os primeiros a dedicarem uma festa litúrgica à Santa Marta foram os frades franciscanos, em 1262, e o dia escolhido foi o dia 29 de julho. Ela se difundiu e o povo cristão passou a celebrar Santa Marta como padroeira dos anfitriões, hospedeiros (hoteleiros), dos garçons, cozinheiros, e dos nutricionistas.

 

 

 

Assindi