Home » Informações Gerais » Sindicato fecha o cerco às empresas que não pagam direitos do trabalhador

Sindicato fecha o cerco às empresas que não pagam direitos do trabalhador

O Sindicato da Hotelaria começa a fechar o cerco às empresas que não estão cumprindo a Convenção Coletiva de Trabalho da categoria, firmada em primeiro de janeiro de 2016.

Tais empresas, não estão pagando direitos básicos, como, férias, horas – extras, feriados trabalhados com o adicional devido, também não cumprem com o direito de folga coincidente em, no mínimo, um domingo no mês. Para completar, estão com dois meses de salários atrasados.

“Por isso, o Sindicado resolveu cumprir o que foi determinado em reunião, que é paralisar por quarenta e oito horas as atividades nessas empresas. Pois, até agora, nenhuma delas apresentou proposta formal de adequação para o cumprimento dos direitos dos trabalhadores” destaca o presidente, Udelci Coelho.

O sindicato da Hotelaria também vai comunicar ao Ministério Público do Trabalho a solicitação de intervenção nas empresas para garantir o interesse público dos trabalhadores da hotelaria no Piauí e, assim, impor as penalidades cabíveis às empresas  descumpridoras dos direitos trabalhistas.

 

Assindi